Oi pessoal, tudo bem?

Em Fevereiro completa um ano que estou morando sozinha (com o Thi, meu namorado lindo <3). Por isso, decidi criar essa série de posts aqui no blog para dividir com vocês algumas coisas que eu aprendi e que você, que está pensando em sair de casa, precisa estar preparada para encarar! Vamos lá?


Morar sozinha é uma experiência super diferente, mas para ela ser legal e cheia de aprendizados, você tem que saber curtir e lidar com todos os momentos (bons e ruins). As coisas que vou citar sobre esse assunto podem parecer clichês, mas acredite, todas elas são super importantes para que morar sozinha seja algo incrivelmente legal na sua vida!

Quando a gente pensa em morar sozinha, rola aquele papo de ser independente, né? Mas com a independência virão as responsabilidades, contas para pagar, roupas para lavar, organizações e muitas, muitas outras coisas que só se aprende na prática (aprendo alguma coisa nova dia após dia, é doido!).

Acho que a primeira coisa que você deve pensar antes de tomar a decisão de morar sozinha (ou com namorado, amiga, etc) é: eu estou preparada para fazer isso? Eu tenho condições de me sustentar e viver sem preocupações? Se a resposta for sim, organize-se e bora procurar um lugar legal para morar (comprar/alugar um apê ou uma casa). Caso a resposta seja não, continue pensando à respeito, pois uma hora você vai se sentir preparada (eu juro!).

A parte mais legal de sair de casa é procurar um lugar para morar, então, curta muito esses momentos e pense bastante antes de tomar uma decisão, pois existem infinitas opções.

Se você quer fazer uma experiência, ver se conseguiria se virar sozinha e ser independente, acho que a melhor opção é alugar um lugar e deixá-lo do jeitinho que você sonha (se joga nas decorações, compras de móveis e tudo mais!). Assim você vai conseguir se sentir em casa e curtir o seu cantinho, pois ele vai ter a sua cara!

Mas se você optar por comprar, não tem problema, basta pesquisar bastante e ver qual é a melhor opção que cabe no seu bolso e que vai te fazer feliz, afinal, você está fazendo um grande investimento, né?

Um ponto importante e que influencia na escolha de um lugar para morar é: onde você trabalha? onde estuda? tem mercados, pontos de táxi e/ou ônibus por perto? Enfim, pense em TU-DO que você precisa ter por perto para não ficar dependendo dos seus pais ou de outras pessoas, afinal agora você é independente.

Depois de achar um lugar legal para morar, é hora de comprar os móveis e deixar a sua casa ou apê como você sempre quis, mas esse é um papo para o próximo post.

Gostou e quer mais? Então, passa por aqui na próxima semana, tá?

A gente se vê, até mais.